Voltar à rotina de exercícios requer toda uma readaptação do corpo e de condicionamento até que se atinja resultados e eficiência. Nesse processo, o joelho merece uma atenção especial.

Essa articulação é formada por músculos e ligamentos importantes, sendo responsável por muitos dos movimentos que realizamos no dia a dia e ainda por sustentar o peso de todo o corpo e estão muito sujeitas à lesões como traumas, batidas ou torções.

Normalmente essas lesões são consequências da prática da atividade física em excesso ou intensas, ou práticas irresponsáveis. Para os ortopedistas, os competidores de fim de semana são os que mais sofrem com problemas no joelho que precisam de procedimentos cirúrgicos para correção.

As lesões podem acontecer durante a prática de esportes, dança ou mesmo em atividades cotidianas. Em esportes coletivos, existem também o risco de choques entre competidores.

As cirurgias no joelho são feitas por artroscopia, realizada por meio de três ou quatro pequenas incisões. Esse procedimento dispensa a necessidade de incisões maiores e torna a recuperação mais simples e rápida. Os quadros mais graves são aqueles em que acontece uma lesão do ligamento. Nesses casos, a cirurgia é mais delicada e mais demorada, e a recuperação pode ser mais longa.

Para tentar reduzir os riscos de problemas que podem afetar os joelhos, é importante fortalecer a musculatura tanto do joelho quando das coxas.

0 comentários

Responder