Autor: Colaten _ Colaten HA _ Tenflax Plus

O uso de suplementos alimentares é cercado de mitos. Seu consumo deve seguir sempre orientação médica, e quando usados da forma correta, os suplementos apresentam inúmeros benefícios à saúde.

Uma pesquisa realizada pelo Concil for Responsible Nutrition (CRN) dos Estados Unidos, indicou que a principal razão para o consumo dos suplementos é busca pela melhora da saúde e bem-estar. Contudo, poucas pessoas sabem a forma certa de usá-los.

Também é comum o uso dos suplementos por pessoas que praticam atividades físicas como forma de auxiliar o caminho até seus objetivos. E este consumo tem crescido cada vez mais: em 2015, o crescimento do setor ultrapassou os 12% em relação ao ano anterior.

Os benefícios vão desde a reposição de nutrientes, coadjuvante em tratamentos de patologias, estética, emagrecimento e a otimização de resultados em atividades físicas.

Confira alguns mitos e verdades difundidos sobre suplementação:

Suplemento engorda – MITO

Existe uma grande variedade de suplementos alimentares, todos voltados a algum objetivo. Porém, a auto suplementação, com escolhas inadequadas pode resultar prejuízos à saúde.

Pode ser usado por qualquer pessoa – MITO

Antes de usar qualquer suplementação, a pessoa precisa passar por uma avaliação nutricional para a utilização correta, eficiente e sem danos à saúde.

Precisa ser consumido na hora certa e da forma certa – VERDADE

Cada suplemento tem uma características, função, tipo e tempo de absorção, mecanismo de ação, interações entre outros. Sendo assim, muitos suplementos necessitam ser consumidos em horários específicos.

Pode substituir refeições – MITO

O suplemento tem o objetivo de suprir uma necessidade seja ela de macro ou micronutrientes, mas nunca substituir a alimentação.

Suplemento é composto por vitaminas e outros nutrientes – VERDADE

Eles fornecem nutrientes como vitaminas, minerais, aminoácidos, fibras, proteínas, ácidos graxos e carboidratos que, muitas vezes, não conseguimos obter em quantidade suficiente por meio da alimentação.

A flexibilidade de alguns atletas de diversas modalidades impressiona pela superação dos limites do corpo. O alto treinamento proporciona um total controle dos movimentos, com uma demonstração de força, delicadeza e flexibilidade. Porém, mesmo que não seja para atingir o status desses atletas, alguns esportes favorecem e muito a flexibilidade, melhorando até mesmo o nosso dia a dia, já que o nosso corpo, em uma situação de sedentarismo, tende a enrijecer, tornar mais difícil as nossas atividades e ainda causar machucados e distensões.

Não é preciso absolutamente nenhum equipamento para entrar em forma. Em vez de ter dezenas de equipamentos à sua disposição, tudo o que você terá será o próprio peso do corpo e, quem sabe, o apoio de alguns móveis da sua casa, como cadeira, sofá, escada etc. Mas quais são os melhores exercícios para fazer em casa, se você quer emagrecer ou ganhar massa muscular?

Mexer o corpo é essencial para aliviar ou prevenir dores. Ele foi feito para o movimento e pode sentir o peso de um estilo de vida sedentário precocemente. Além disso, com o passar dos anos, o organismo reduz a produção de colágeno, que gera o desgaste da cartilagem que reveste o osso, provocando o desconforto nos joelhos. Por isso a importância de se alongar, manter-se ativo e praticar atividades físicas regularmente.

Cada vez mais são comprovados os benefícios da prática de exercícios físicos para saúde. Para a terceira idade, aqueles que praticam ao menos meia hora de atividade física por dia vivem cinco anos a mais, é o que indicam pesquisas da Universidade de Oslo. Publicado no “British Journal of Sports Medicine”, o estudo mostrou que qualquer tipo de exercício, seja leve ou moderado, tem impacto na expectativa de vida.