Mexer o corpo é essencial para aliviar ou prevenir dores. Ele foi feito para o movimento e pode sentir o peso de um estilo de vida sedentário precocemente. Além disso, com o passar dos anos, o organismo reduz a produção de colágeno, que gera o desgaste da cartilagem que reveste o osso, provocando o desconforto nos joelhos. Por isso a importância de se alongar, manter-se ativo e praticar atividades físicas regularmente.

Confira os exercícios fáceis abaixo, que farão você notar a diferença no seu dia-a-dia, com menos dor e mais disposição:

Fortalecimento da panturrilha

Você vai precisar de um degrau ou improvisar com algum objetivo que proporcione uma elevação de no mínimo 20cm. Usando somente as pontas dos pés, suba e desça do degrau fazendo o movimento para cima e para baixo. Faça 15 vezes, descanse 1 minuto e repita.

Agachamento com apoio 

Procure uma parede para repousar as costas, dos ombros à lombar, com os pés para frente e afastados. Agache, escorregando as costas pela parede conforme o joelho vai flexionando para frente. Lembre-se de que a força deve vir das coxas e panturrilhas. Respeite seu limite, se mantenha na posição por 30 segundos, suba, esticando o joelho e repouse. Faça mais 5 vezes.

Elevação da perna

Em um tapete ou colchonete, deite com o corpo todo de lado, dobre uma das pernas e mantenha esticada a outra. Com a perna esticada, levante-a o máximo que conseguir e abaixe, repita o exercício pelo menos 15 vezes e depois troque de lado. Repita a sequência 3 vezes de cada lado.

Elevação da perna esticada

Em um tapete ou colchonete, deite de barriga para cima. Com a perna esticada, levante-a o máximo que conseguir e abaixe. Sinta a musculatura próxima da virilha sendo fortalecida. Faça o movimento por 15 vezes e troque de lado. Repita a sequência 3 vezes de cada lado.

Andar

Isso mesmo, atividade simples, que já faz parte da rotina de todas as pessoas, mas agora com foco na respiração e atenção no trabalho da musculatura da coxa. Coloque uma música, um tênis adequado e caminhe pelo quintal, garagem ou o espaço que tiver disponível para isso.

O tempo da caminhada vai de acordo com o seu condicionamento, mas a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que precisamos de 10 mil passos por dia para evitar o sedentarismo.

Mas lembre-se, as dores não podem ser ignoradas! Se persistirem, procure um médico ou fisioterapeuta para obter diagnóstico e tratamento adequados.

0 comentários

Responder