09_Colágeno-e-Flexibilidade_capa.png

O colágeno é a proteína mais abundante em nosso organismo, ocupando quase um terço de toda sua composição proteica. Ele está presente em diversas partes do corpo, como músculos, tendões, articulações, ligamentos, ossos e até mesmo na pele. Essa proteína é essencial para algumas das características mecânicas desses componentes, desempenhando funções de sustentação, estrutura e elasticidade.

O colágeno tem sua produção no corpo bastante reduzida a partir dos 25 anos de idade, caindo em média 1% ao ano a partir daí. Essa redução é visível na pele, quando o corpo dá os sinais de envelhecimento como rugas, linhas de expressão e flacidez.

Esse processo pode ser retardado com uma alimentação saudável, que permita repor essa proteína, através da ingestão de alimentos ricos em aminoácidos (como carnes, ovos e vegetais de cor escura). A ingestão de vitamina C, presente em frutas cítricas, também auxilia na síntese do colágeno em nossos organismos. Em casos mais críticos, ou de atletas que desgastam seus corpos com mais rapidez, a suplementação de colágeno passa a ser uma opção de complemento alimentar.

Alguns hábitos também prejudicam a produção de colágeno, como a exposição demasiada ao sol, o fumo, ou o consumo de açucares em excesso, que interferem na capacidade de reparação do colágeno.

0 comentários

Responder