11_Colágeno-e-Flexibilidade_capa.png

A artrose, ou osteoartrose, é um desgaste da cartilagem que recobre os ossos nas articulações, que acomete uma grande parcela da população de idade mais avançada. O papel da cartilagem é permitir o deslizamento sem atrito das extremidades ósseas, o que não ocorre perfeitamente quando a artrose existe. Como consequência, muitas vezes há dor, inchaço e até mesmo a limitação dos movimentos nos locais afetados.

A atividade física de baixo impacto aeróbico pode contribuir para a diminuição das dores, melhora do humor e recuperação do desempenho funcional das articulações.

Vamos aprender alguns exercícios que podem ser feitos em casa, que auxiliam no tratamento da artrose?

1. Yoga. A atividade desenvolve o equilíbrio corporal, aumentando a resistência, força e flexibilidade da musculatura. Além disso, sua prática pode ajudar na redução de sintomas depressivos e de ansiedade, que frequentemente acompanham as dores crônicas.

2. Caminhadas. Essa atividade pode ser feita em sua casa em uma esteira, ou também em um trajeto agradável perto de onde mora. A caminhada apresenta redução comprovada cientificamente nas dores que decorrem do processo inflamatório do reumatismo, sendo uma ótima opção para que sofre dessa doença.

3. Ciclismo. De forma similar à caminhada, o ciclismo pode ser feito ou em uma bicicleta ergométrica, ou nas ruas em uma bicicleta convencional. Essa atividade é ótima para o condicionamento físico, principalmente cardiovascular.

4. Dança. Procure um espaço que possa praticar danças de baixo impacto. A prática, além de muito praserosa, contribui para a a flexibilidade da musculatura e para a movimentação das articulações, aliviando sua rigidez.

5. Exercícios funcionais. Esse tipo de exercício busca envolver a ação integrada de articulações e músculos, através de movimentos naturais como puxar, empurrar, abaixar, girar, entre outros.

A participação de um educador físico é bastante indicada nas práticas de cada um desses exercícios. Ele irá poder dizer quais são as limitações físicas e adaptações necessárias em cada caso, para que a prática seja feita de uma forma segura e sustentável.

0 comentários

Responder